segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Versos sem destino


Hoje eu não sei exatamente o que expressar
Contudo adianto que tristeza nadica de nada
Virou costume a essa hora minha emoção expressar
Porém, como não sei classificar deixo-a enfatizada

Na face da satisfação e do contentamento
Que um dia bem vivido estampa n'alma.
Não faz diferença que esteja chovendo
Não trata-se de lágrimas, mas do que a chuva lava.

De espiríto sereno, conservando a coragem,
Supero a ansiedade invocando discernimento.
Recuso a impaciência, é uma auto-sacanagem!
Em Deus quero estar tanto na ação como no pensamento.

2 comentários:

  1. Sem destino nada ... sempre acerta alguém ...

    ResponderExcluir
  2. Muito interessante seu blog, gostei. é um prazer te seguir, bjs

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...