quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Sofreguidão


Meu corpo pressente você chegar
Pode-se ouvir o desejo do meu peito pulsar
A respiração começando a ofegar
Ainda apenas imaginando sua boca a me tocar
Como meu perfume irá te hipnotizar
E cada adorno que cobre minha pele te levará a alucinar

Seu calor fazendo meu sexo derreter
A boca confusa entre clamar e se perder
Entra e sai da alma coisas impossíveis de descrever
Ficamos numa linha tênue entre compreender e enlouquecer
Mas ninguém sente medo, não quer parar, nem se ater
Amor compassa,  desejo desespera, tudo o que vem é prazer

Já estamos entregues um ao outro pelo coração
O que torna ainda mais vivaz o fogo que alimenta a paixão
Crepita a chama ao meu corpo reconhecer o toque de sua mão
Lê-me tão bem em cada curva e com tal sofreguidão
Que o gozo é pouco para nomear a sensação
Vem, fica, fazê-me, veja-me explodir nessa fusão!

sábado, 29 de outubro de 2016

Últimas horas


Imagino como estará sua ansiedade...
A mil como a minha conforme a proximidade!
A hora que tanto ansiávamos está bem perto.
Coração palpitante, peito aberto...
Lavas de emoção explodindo de dentro da alma
Ao mesmo tempo que o espírito se agita também se acalma.
Me aguarde pacientemente,
Sua, para sempre!

segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Sonhando com o grande dia


Fantasio como será...
Como o dia clareará...
Como cada minuto passará...

Imagino como a alma acordará...
Como a alegria me contagiará...
Como a expectativa aumentará...

Tento antecipar o que ocorrerá...
Prever como estará...
Como reagirá...

Se se surpreenderá...
Se se emocionará...
Se quem sabe também chorará...

Minha, nossa curiosidade logo acabará...
O enlace finalmente se dará...
O espírito em uma só carne e alma nos unirá!

quarta-feira, 5 de outubro de 2016

Expectativa



Só mais alguns dias...
Sinto os ponteiros acelerarem!
Reviro as fotografias...
Vejo os tempos se complementarem.

Quantas alegrias!
Releio em meus antigos versos...
Muitas, muitas fantasias
Em que ficamos submersos!

Como esquecer das ousadias?
Temos o dom de um no outro nos perder!
Sonhos, feitos, correrias...
Uma vida toda ainda pra viver!

Dádiva nossa, das minorias,
Façamos valer esta benção.
Comporemos a melhor das poesias,
Pois já somos uma só alma, um só coração!

terça-feira, 30 de agosto de 2016

Vivendo a poesia


Quero compor algo especial
Mas tudo soa muito normal
Não parecem naturais
Chegam a ser irreais
Onde estão as palavras ideais?

O sentimento está aqui
O meu amor por ti
Sem pressa de sair
Pede pra eu te curtir
A poesia há de vir

Te toco, meu corpo flutua
Minha alma grita pra ser tua
À luz do sol ou do luar
Sedenta por continuar
Seja onde for, em qualquer lugar

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Vem, vem...


Na penumbra procurando seu olhar
Deixando o ar me embriagar
Sentindo sua boca se aproximar
da minha...
Sua mãos se embrenhando em meus cabelos
Da pele eriçando os pelos
Da mente surtando desejos
tão loucos...
Vem, beijar minha boca!
Vem me deixar louca!
Vem, vem, vem!

quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Sinto


Nem pensar
Nem discutir
Não quero falar
Nem ouvir

Só não consigo deixar de sentir
A cada dia sinto isso evoluir

Já pensei
Já discuti
Muito falei
E ouvi

Mas não muda nada que sinto
Minha recusa segue evoluindo

Não penso
Não discuto
Não falo
Não escuto

No horizonte como o coração se sentirá?
A que tipo de coisa isso evoluirá?

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...